Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente
Início do conteúdo
Você está aqui: Página inicial > Comunicação > Notícias > 65° Feira do Livro de Porto Alegre abriu 6 vagas para pessoas com Síndrome de Down
RSS
Publicação:

65° Feira do Livro de Porto Alegre abriu 6 vagas para pessoas com Síndrome de Down

Representantes, funcionários envolvidos na ação da 65º Feira do Livro de Porto Alegre e outras autoridades. Estão posicionadas em duas fileiras, sendo a primeira ajoelhados e a segunda em pé.
Representantes, funcionários envolvidos na ação da 65º Feira do Livro de Porto Alegre e outras autoridades.

O COEPEDE esteve presente no evento

A 65° Feira do Livro de Porto Alegre abriu 6 vagas destinadas a pessoas com Síndrome de Down. Se trata da primeira edição a contar com funcionários com alguma deficiência. O Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência do Rio Grande do Sul (COEPEDE/RS) esteve presente através da presidenta Jussara Muller de Assis, do vice-presidente Vicente Fiorentini, do secretário-executivo Maiquel Alves Peres e no decorrer da semana tivemos a participação da conselheira Lizete Cristina Cenci.

Os funcionários foram convidados a participar do evento após uma parceria entre a Câmara Rio-Grandense do Livro e a Associação dos Familiares e Amigos do Down (AFAD). A entidade selecionou as pessoas que escolheram suas as áreas de atuação na feira. Vale ressaltar que os funcionários foram remunerados tendo todos benefícios previstos na lei cumpridos. A iniciativa visa incentivar a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

O vice-presidente Vicente Fiorentini considerou o evento importantíssimo, não só pelos livros, “a Feira do Livro extrapola a questão dos livros. Se trata de uma feira que ocorrem muitas oficinas. Inclusive na Estação de Acessibilidade, lá ocorreram em média duas oficinas por dia, sendo de grande importância para a conscientização da população”. As ações mostraram avanços, de acordo com Vicente “estamos vendo grandes avanços na acessibilidade da feira”, mas faz ressalva “temos muito a melhorar”, finalizou.

A AFAD mantém parceria com Câmara Rio-Grandense do Livro desde 2011. Na ocasião foi montada a Estação da Acessibilidade, que fica ao lado do balcão de informação. São oferecidos pela estação os intérpretes de libras, as visitas guiadas e empréstimo de cadeiras de rodas. Além da AFAD, diversas instituições, como a FADERS, realizaram atividades que promoveram a integração da pessoa com deficiência

A Feira do Livro ocorre anualmente foi criada no ano de 1955 com apoio do jornalista Say Marques, então diretor-secretário do Diário de Notícias. O evento é considerado referência no país por seu caráter democrático e pela programação cultural gratuita. O evento sempre ocorreu Praça da Alfândega, Centro Histórico da capital gaúcha. A feira conta com sessões de autógrafos, mesas-redondas, oficinas, palestras e programações artísticas, entre outras atividades.

 

Descrição de imagem: Representantes, funcionários envolvidos na ação da 65º Feira do Livro de Porto Alegre e outras autoridades. Estão posicionadas em duas fileiras, sendo a primeira ajoelhados e a segunda em pé.

Endereço da página:
Copiar
COEPEDE - Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência